Artigos

BannerInter Suicidio Adole

Prevenção ao suicídio em adolescentes

Os adolescentes tem se mostrado mais vulneráveis aos comportamentos suicidas, muito pela imaturidade emocional e impulsividade próprios dessa fase de vida.

Pais e educadores podem contribuir para diminuir o risco de suicídio nos adolescentes através de abordagens que aprimorem suas habilidades na solução de problemas, na tomada de decisões, que ensinem a lidar com a raiva, resolver conflitos e comunicar-se de forma a saber exprimir seus sentimentos, ou seja, desenvolver sua capacidade em se socializar e promover o amadurecimento emocional.

Os pais devem cultivar um ambiente tranqüilo e equilibrado em casa, demonstrar confiança nos filhos, fazendo-os participar das decisões em família, não reprimir os sentimentos de raiva, mas ensinar a lidar com ela, criar sempre a possibilidade do diálogo possibilitando ao jovem manifestar sua opinião e, em conjunto com a família, chegar à solução de problemas e impasses, dentro e fora de casa, aproximar-se dos amigos dos seus filhos e buscar conhecer os temas de interesse dos mesmos, ensinar o jovem a lidar com perdas e fracassos. Ou seja, os pais não devem apenas conversar sobre suicídio com seus filhos, eles devem SEMPRE CONVERSAR COM SEUS FILHOS sobre todos os assuntos.

Sempre que se observar mudança do comportamento habitual do adolescente, isolamento, irritabilidade ou outros, é indicado que se procure ajuda profissional de um psicólogo ou psiquiatra.

Leave a Reply

    No Twitter Messages.